quarta-feira, 1 de abril de 2015

Significado do Hino Nacional Brasileiro

1. Ouviram do Ipiranga às margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante

As margens plácidas do (rio) Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico. 
Plácido quer dizer calmo. Dom Pedro I vinha de Santos, ao longo do rio Ipiranga, quando tomou a corajosa decisão de declarar a independência do Brasil.
Brado é grito. Retumbante é estrondoso, barulhento, para fazer um contraste com a placidez das margens. 
Poderíamos parafrasear (escrever de outra forma) este verso assim: As margens calmas do rio Ipiranga ouviram o grito estrondoso de um herói (Dom Pedro I), que representava todo o povo brasileiro. 
O riacho Ipiranga nasce junto ao Zoológico de S. Paulo. Era de costume na época inverterem-se as frases à moda latina. 

2. E o sol da liberdade em raios fúlgidos
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Fúlgido significa brilhante.
Mas não dava prá dizer: "raios brilhantes brilhavam" porque iria parecer repetitivo e pobre. O grito de "Independência ou Morte" transformava uma nação colonial, dependente de Portugal, em um novo país autônomo e livre. Duque Estrada compara a liberdade a um sol brilhante que ilumina o céu (Pátria), antes obscurecida pelo colonialismo. 


3. Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Penhor equivale a garantia, segurança. É comum a gente penhorar algo de valor (em troca de dinheiro) e receber um papel que garanta a recuperação daquilo que foi penhorado. O Brasil passou a ser independente e, portanto, conquistou o penhor da igualdade, ou seja, daquele momento em diante, Portugal e Brasil eram nações iguais, sem que uma fosse superior à outra. E a frase continua, dizendo: o nosso peito desafia a própria morte. 

Simplificando: agora que o povo brasileiro conquistou seu passe para a liberdade, através de sua força e coragem, inspirado nesta nova liberdade não hesitará em enfrentar a própria morte (isto é, se tiver de lutar e morrer, o povo não sentirá medo). A frase pode ser reescrita assim: através de nossa coragem conquistamos uma igualdade de condição com quem antes era nosso colonizador e, para manter esta situação de liberdade, estamos prontos a sacrificar a própria vida. 

4. Ó Pátria Amada,
Idolatrada
Salve! salve!

Idolatrar é transformar algo ou alguém em ídolo, como se costuma fazer com artistas de modo geral. Salve equivale a uma saudação. Originalmente se dizia; "Deus te salve!" 

5. Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu risonho e límpido
A imagem do Cruzeiro resplandece!

Vívido é intenso, ardente, vivo. Formoso é belo. Límpido significa transparente, claro. Resplandecer equivale a brilhar ou luzir intensamente. Aqui o poeta compara o Brasil a um sonho intenso, porque ainda tem muito a realizar. Sabe-se que o Cruzeiro do Sul é uma constelação que aparece no céu do Brasil. Ela tem a forma de cruz, que nos lembra Jesus Cristo e as práticas cristãs. Portanto, vamos refazer os versos para entender o sentido: O Brasil é como um sonho intenso e, já que em nosso céu límpido a cruz de Cristo resplandece, desta cruz desce um raio brilhante que ilumina o Brasil. Ou seja, o Brasil está sob o amparo e a proteção de Cristo. 

6. Gigante pela própria natureza
És belo, és forte impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Se você olhar o mapa mundial, vai notar que o Brasil é o quinto maior país do mundo (depois de Rússia, Canadá, Estados Unidos e China). Com mais de 8.500.000 de Km2, o Brasil é naturalmente gigantesco.
Note que às vezes os poetas têm o costume de falar diretamente com as coisas, como se elas fossem pessoas: "és belo, és forte..."
Impávido significa sem medo: destemido, corajoso. Colosso é uma pessoa ou objeto de tamanho muito grande.
Vamos reescrever a frase: Tu (Brasil), és belo, forte e, graças ao tamanho imenso que a natureza te deu, não tens medo de nada. Além disso, a tua grandeza de hoje vai se revelar no futuro. 

7. Terra adorada, entre outras mil,
És tu Brasil, ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada, Brasil!

Este trecho é mais fácil de se entender, embora também utilize algumas inversões:
Brasil, tu és nossa terra adorada e te escolhemos entre outras mil terras; tu és nossa pátria amada, mãe gentil (carinhosa) dos filhos deste solo (de nós, brasileiros). 

8. Deitado eternamente em berço esplêndido
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Esplêndido é maravilhoso, deslumbrante. Fulgurar é brilhar, resplandecer. Também pode significar distinguir-se ou sobressair (entre outros). Florão é uma decoração bonita e grande em forma de flor.
A idéia que Duque Estrada quer transmitir é a de que a localização geográfica do Brasil é mesmo muito privilegiada: as montanhas, as matas, os rios, toda a natureza formam a imagem de um berço (porque, além do mais, o Brasil, uma nação que se tornara recentemente independente, era como um imenso país recém-nascido). 
"Ao som do mar", porque temos um litoral vasto com belíssimas praias; "e à luz do céu profundo", isto é, ensolarado, típico dos trópicos. 
O "sol do Novo Mundo" coloca o Brasil mais uma vez como uma nação jovem e promissora. O velho mundo (Europa) conquistou e colonizou o novo mundo (América). 
Vamos reescrever: Brasil, tu possuis uma localização espetacular, com uma natureza rica, muito mar e sol. Por isso, entre outras nações da América (Novo Mundo), tu te destacas como um florão. 

9. Do que a terra mais garrida
Teus risonhos lindos campos têm mais flores,
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio, "mais amores".
Garrida é colorida, alegre, vistosa.


Teus risonhos lindos campos têm mais flores do que a terra mais garrida (vistosa). Ou seja, nossa natureza é mais colorida e bela que a de outras terras. 
Nossos bosques têm mais vida (mais beleza e vitalidade). 
Nossa vida, em teu seio (dentro de ti, Brasil), mais amores. 
Equivale a dizer que nós, brasileiros, por vivermos no Brasil, somos mais capazes de amar. 
As aspas são usadas por Duque Estradas no original, pois representam citações dos versos de Gonçalves Dias em "Canção do Exílio":

Minha terra tem palmeiras, 
Onde canta o sabiá... 
...Nosso céu tem mais estrelas, 
Nossas varzeas têm mais flores, 
Nossos bosques têm mais vida, 
Nossa vida mais amores. 



10. "Ó Pátria amada,
Idolatrada
Salve! Salve!

Idolatrar é transformar algo ou alguém em ídolo, como se costuma fazer com artistas de modo geral. 
Salve equivale a uma saudação. Originalmente se dizia: "Deus te salve!" 

11. Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado
Ostentar é mostrar com orgulho.

Um lábaro era um estandarte muito usado pelos romanos e aqui está representado por nossa bandeira, repleta de estrelas. O poeta compara a bandeira a um estandarte e deseja que ele represente o amor eterno. 
O verso está invertido. Deve-se ler: Brasil, o lábaro que ostentas estrelado seja símbolo de amor eterno. 
O poeta está tentando dizer: tomara que as estrelas da tua bandeira sejam símbolo de amor eterno. 

12. E diga ao verde-louro desta flâmula
Paz no futuro e glória no passado.

Flâmula aqui, é sinônimo de bandeira. O louro é uma planta. Com seus galhos e folhas os imperadores romanos eram coroados. Portanto, simboliza poder e glória. Mais uma vez, vamos olhar para a bandeira. Duque Estrada torce para que o louro da bandeira simbolize um poder que venceu batalhas gloriosas no passado, quando isso foi necessário para se conseguir a independência, mas só deseja paz daquele momento em diante, pois o verde, além da esperança, também simboliza a paz. 

13. Mas se ergues da justiça a clava forte
Verás que o filho teu não foge à luta,
Nem teme quem te adora a própria morte.

Clava é um pedaço de pau pesado (mais grosso numa ponta que na outra), que era usado como arma. 
Vimos que, no verso anterior, o poeta sonha com a paz no futuro. 
De repente, entretanto, este novo verso diz: mas se ergues (levantas) a clava forte da justiça, ou seja, se o país tiver de lutar contra a injustiça, verás que um brasileiro (filho teu) não foge à luta (enfrenta a guerra). 
E quem te adora não teme nem a própria morte, quer dizer, os brasileiros adoram tanto o seu país que seriam capazes de sacrificar suas próprias vidas para defendê-lo. 

14. Terra adorada, entre outras mil,
És tu, Brasil, ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria Amada, Brasil!

Este trecho é mais fácil de se entender, embora também utilize algumas inversões: Brasil, tu és nossa terra adorada e te escolhemos entre outras mil terras; tu és nossa pátria amada, mãe gentil (carinhosa) dos filhos deste solo (de nós, brasileiros). 


Fonte: http://www.hinonacionalbrasileiro.net/significado-hino-nacional.php

quinta-feira, 19 de março de 2015

Assalto ao Banco Bradesco em São Carlos do Ivaí

Aconteceu nessa madrugada um assalto à agencia do Bradesco em São Carlos do Ivaí.
Bandidos explodiram e saquearam o local.


segunda-feira, 16 de março de 2015

Origem dos nomes dos Estados do Brasil




Acre: vem de áquiri, touca de penas usada pelos índios munducurus.


Alagoas: o nome é derivado dos numerosos lagos e rios que caracterizam o litoral alagoano.

Amazonas: nome de mulheres guerreiras que teriam sido vistas pelo espanhol Orellana ao desbravar o rio. Para Lokotsch, vem de amasuru, que significa águias retumbantes.

Bahia: o nome foi dado pelos descobridores em função de sua grande enseada.

Ceará: vem de siará, canto da jandaia, uma espécie de papagaio.

Espírito Santo: denominação dada pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho que ali desembarcou em 1535, num domingo dedicado ao Espírito Santo

Goiás: do tupi, gwa ya, nome dos índios guaiás, gente semelhante, igual.

Maranhão: Do tupi, mba’ra, mar, e nã, corrente, rio que semelha o mar, primeiro nome dado ao rio Amazonas.

Mato Grosso: o nome designa uma região com margens cobertas de espessas florestas, segundo antigos documentos.

Minas Gerais: o nome deve-se às muitas minas de ouro espalhadas por quase todo o estado.

Pará: do tupi, pa’ra, que significa mar, designação do braço direito do Amazonas, engrossado pelas águas do Tocantins.

Paraíba: do tupi, pa’ra, rio, e a’iba, ruim, impraticável.

Paraná: do guarani pa’ra, mar, e nã, semelhante, rio grande, semelhante ao mar.

Pernambuco: do tupi, para’nã, rio caudaloso, e pu’ka, gerúndio de pug., rebentar, estourar. Relativo ao furo ou entrada formado pela junção dos rios Beberibe e Capibaribe.

Piauí: do tupi, pi’au, piau, nome genérico de vários peixes nordestinos. Piauí é o rio dos piaus.

Rio de Janeiro: o nome deve-se a um equívoco: Martim Afonso de Souza descobriu a enseada a 1º de janeiro de 1532 e a confundiu com um grande rio.

Rio Grande do Norte: derivado do rio Potengi, em oposição a algum rio pequeno, próximo, ou ao estado do Sul.

Rio Grande do Sul: vem do canal que liga a lagoa dos Patos ao oceano.

Rondônia: o nome do estado é uma homenagem ao marechal Rondon.

Santa Catarina: nome dado por Francisco Dias Velho a uma igreja construída no local sob a invocação daquela santa.

São Paulo: denominação da igreja construída ali, pelos jesuítas, em 1554 e
inaugurada a 25 de janeiro, dia da conversão do santo.

Sergipe: do tupi, si’ri ü pe, no rio dos siris, primitivo nome do rio junto à barra da capitania.

Tocantins: nome de tribo indígena que habitou as margens do rio. É palavra tupi que significa bico de tucano.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Padre Claudemir é o novo Pároco de Floraí

O Padre Claudemir Ricardo da Silva, 31 anos, convida a todos para sua posse oficial que acontecerá nesse Domingo com a presença do Bispo Dom Anuar Battisti.


Floraí participará da 4ª Copa Ubiratã de Handebol

As equipes de Handebol Adulto Masculino e Infantil Feminino estarão participando da 4ª Copa Ubiratã de Handebol que será realizada nesse final de semana.
As equipes contam com o apoio de:
Auto Posto Popular
Fármacia Longofarma
Soft Printer
Elitte Som
Prefeito Fausto
Vereadora Edna Contin


segunda-feira, 2 de março de 2015

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Corrida Rústica "Cidade de Floraí"

Pessoal interessado em participar da Corrida Rústica 'Cidade de Floraí" que será realizada no dia 29/03 entrar em contato pelo fone (44) 3242-8300 
Categorias: Até 15 anos Mas e Fem / Veterano / Livre 
Premiações em dinheiro do 1º ao 3º lugar

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

O que aconteceria se os humanos fossem extintos?

Se a raça humana desaparecesse em algumas centenas de anos, os animais que estão quase extintos hoje em dia iriam se recuperar e voltariam como eram antes. Em 100 anos as árvores começariam a dominar as cidades e invadir prédios e casas, dominariam tudo o que tem pela frente.




Uma das piores noticias da vida selvagem seriam sobre nossos animais de estimação e os gados, todos os gatos e cachorros do mundo iriam tentar sobreviver sozinhos e em meio da selva com outros animais perigosos eles não durariam muito tempo. As vacas que não são poucas, cerca de 1,5 bilhões e as 20 bilhões de galinhas também entrariam nessa.






Os animais peçonhentos como piolhos e baratas também acabariam se dando mal, uma vez que eles dependem da raça humana para sobreviver. Em menos de um século todas as ruas seriam tomadas por rios e mares, as construções seriam degradadas por cupins, as estruturas de ferro enferrujariam e tudo seria tomado de volta pela natureza.




- Em 20 anos os animais domésticos voltariam ao estado selvagem.

- Em 50 anos o rio Tietê ficaria limpo.

- Em 70 anos toda a camada de ozônio estaria recuperada.

- Em 300 anos a temperatura da Terra iria começar a cair.

- Em 1000 anos as construções sumiriam.

- Em 5 mil anos a mata atlântica tomaria São Paulo inteira.

- Apos milhares de anos o petróleo estaria em todo lugar do mundo.

Fonte: Coisas Estranhas

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Nacionalidade de Jesus

Chefes de vários países se encontraram. Todos diziam que Jesus tinha nascido em seus respectivos países e indicavam as seguintes provas:

A) 3 provas de que Jesus era turco:
Assumiu os negócios do pai;
Viveu em casa até os 33 anos;
Tinha certeza de que a mãe era virgem e a mãe tinha certeza de que ele era Deus.

B) 3 provas de que Jesus era irlandês:
Nunca foi casado;
Nunca teve emprego fixo;
O último pedido dele foi uma bebida.

C) 3 provas de que Jesus era porto-riquenho:
O primeiro nome dele era Jesus;
Sempre teve problemas com a lei;
A mãe dele não sabia quem era o pai.

D) 3 provas de que Jesus era italiano:
Falava com as mãos;
Tomava vinho em todas as refeições;
Trabalhou no comércio.

E) 3 provas de que Jesus era californiano:
Nunca cortou o cabelo;
Andava descalço;
Inventou uma nova religião.

F) 3 provas de que Jesus era francês:
Nunca trocava de roupa;
Não lavava os pés;
Não falava inglês.

G) 3 provas de que Jesus era brasileiro:
Nunca tinha dinheiro;
Vivia fazendo milagres;
Se ferrou na mão do governo.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Emiliano Perneta - Grande Poeta Paranaense

Bom pessoal, assim como grande parte dos Floraienses eu também estudei no extinto Grupo Escolar Emiliano Perneta em Floraí, mas nunca soube, nem tive a curiosidade de saber de quem se tratava.

Emiliano David Perneta (Pinhais, 3 de janeiro de 1866 — 21 de janeiro de 1921) foi um advogado e poeta brasileiro.
Nascido em um sítio de Pinhais, na zona rural de Curitiba, incorporou ao sobrenome um apelido de seu pai. 
O pai de Emiliano tinha um problema nas pernas e era conhecido como "perneta".
Considerado maior poeta paranaense, Emiliano, começou influenciado pelo parnasianismo. 
Foi abolicionista, tendo feito palestras em defesa dos ideais libertários. 
Publicou artigos políticos e literários, assim como passou a incentivar, em Curitiba, a leitura do escritor Baudelaire, fato marcante para o surgimento do simbolismo no Brasil.
Publicou seus primeiros poemas em O Dilúculo, de Curitiba, em 1883. 


Principais obras :Ilusão (poemas – 1991),
Pena de Talião (1914),
Setembro (poemas – 1934) (póstumo). 



Principais poemas :Borboleta, Damas, Dor, Hércules, Canção do Diabo , O Brigue, Esse Perfume, Ovídio, De um Fauno, Mors. 

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Acidente na Pr 498 - Entrada de Floraí

Aconteceu nessa tarde na Pr-498, na entrada de Floraí, uma colisão entre dois caminhões que transitavam em sentido contrário.
O clima estava chuvoso e a visibilidade era pouca.
O motorista do caminhão baú com placas de Maringá ,que estava carregado de pneus, foi levado a um hospital de daquela cidade, enquanto os ocupantes do caminhão lajoteiro não sofreram ferimentos graves.




terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Imaculada Conceição - Padroeira de Floraí - Papo Reto

Vou tentar repassar o que eu li sobre esse tema e vou fazer esse texto de uma forma bem simples e informal pra molecada poder entender.

Primeiramente dois sinônimos:
Imaculada = sem mácula, sem mancha, sem pecado
Conceição, Concepção = Nascimento

A festa da Imaculada Conceição, comemorada em 8 de dezembro, foi definida como uma festa universal em 28 de Fevereiro de1476 pelo Papa Sisto IV.

Embora não esteja em nenhum lugar na Bíblia, a doutrina da Imaculada Conceição surgiu de uma dúvida: como Jesus Cristo poderia ter nascido sem pecado se foi concebido dentro de uma mulher pecadora??
Na Igreja Católica acredita-se que Deus preservou Maria do pecado original (Adão e Eva) desde a hora do seu nascimento.
E esse ensinamento é um dogma, ou seja, uma verdade absoluta para os Católicos Romanos.
Em 8 de dezembro de 1854 o Papa Pio IX declarava solenemente como dogma a Imaculada Conceição.
A Igreja Católica é baseada em dogmas que são irrevogáveis após sua proclamação solene e todo católico é obrigado a aderir, aceitar e acreditar nos dogmas.



Clique nas fotos para ampliá-las







sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Curiosidades do Seriado Chaves


1- No dia 20 de junho de 1971 foi ao ar o primeiro episódio de Chaves, no México. Nesta época, Chaves era apenas um quadro do programa ‘Chespirito
2- Em 1974, Maria Antonieta de las Nieves, que interpretava Chiquinha, teve que se afastar do seriado, porque estava grávida. Na trama, foi inventada a desculpa que a personagem tinha ido morar com tias no interior
3- No início da série, os personagens não tinham suas características clássicas. Seu Madruga não era pai da Chiquinha. Ele morava na casa da Dona Florinda e vendia balões. O sr. Barriga não era dono da vila, era apenas zelador e Dona Florinda não usava bóbis
4- No fim de 1978, Carlos Villagrán, que vivia Quico, decidiu sair do elenco para ser astro de seriado na Venezuela. Os últimos episódios com o personagem são os da viagem a Acapulco
5- A canção “Boa Noite Vizinhança”, tocada no episódio de Acapulco, é uma homenagem ao ator Carlos Villagrán, que estava deixando a série. Ela foi composta por Roberto Gómez Bolaños, intérprete de Chaves e criador do seriado
6- No episódio “Vamos ao Cinema”, Florinda diz que Quico vai morar com uma madrinha rica. A história se tratava de uma desculpa para justificar a saída de Carlos Villagrán
7- Em 1979, Rámon Váldez, o Seu Madruga, recebeu uma proposta para ir trabalhar no mesmo seriado de Quico. Bolaños criou o restaurante da Dona Florinda para preencher os desfalques. Em 1981, entretanto, Seu Madruga retorna e fica na série até 1983
8- No fim da década de 80 até 1992, a série voltou a ser apenas um quadro do programa ‘Chespirito’. No Brasil, levava o nome de ‘Clube do Chaves’
9- O endereço do sr. Barriga é a Rua Baleia, esquina com a rua Cachalote, na vila dos Elefantes
10- A Bruxa do 71 levou esse apelido pois a atriz, Angelines Fernandez, começou a trabalhar com Roberto Gómez Bolaños em 1971. Quando Chaves passou a ser uma série, colocaram 71 como número do apartamento para que o nome fizesse sentido
11- O curioso local onde nasceu o carteiro Jaiminho, Tangamandápio, realmente existe. Não se trata de uma cidade, mas sim de um vilarejo localizado na cidade de Cuernavaca, no México
12- Na década de 90, correu um forte boato na imprensa brasileira afirmando que os atores do Chaves teriam morrido em um acidente de avião. Esse acidente jamais ocorreu
13- Angelines, que interpretava dona Clotilde, faleceu em 1994, com câncer no pulmão. A atriz, que morreu por conta do fumo, era melhor amiga de María Antonieta de las Nieves, a Chiquinha
14- Edgar Vivar, que vivia Seu Barriga, foi médico antes de ser ator
15- María Antonieta se casou por volta de 1972 com Gabriel Fernandez, produtor de televisão. Ele era responsável pela locução do início do programa na versão mexicana que dizia: “este é o programa número um da televisão humorística”
16- Em 1978, Florinda e Roberto Bolaños começaram a namorar, depois de uma viagem que fizeram ao Chile
17- Bolaños e Florinda Meza se casaram na Cidade do México no dia 19 de novembro de 2004, após mais de 25 anos de união não-oficial
18- Antes de se casar com Bolaños, Florinda teve um romance com Carlos Villagrán, o Quico. Dizem que, por conta disso, os dois se mantiveram afastados por mais de vinte anos
19- Rubén Aguirre Fuentes, que interpretava o eterno pretendente de Florinda, o professor Girafales, está pesando cerca de 130 kg por conta de um medicamento tomado para curar um problema que tinha na perna há alguns anos
20- O ator Horácio Bolaños, que interpretava Godiñez, era irmão de Roberto Gómez Bolaños, o Chaves. Ele faleceu em 21 de novembro de 1999, vítima de um infarto
21- O nome original de Chaves é ‘el chavo’, que, em espanhol significa “moleque”, “menino”. Na hora de traduzir para o português, esse termo não existia, então o personagem passou a se chamar Chaves na dublagem brasileira
22- A música que toca toda vez que dona Florinda e professor Girafales se encontram é ‘Tema de Tara’, trilha sonora original do filme ‘E o Vento Levou’
23- Desde 1995, María Antonieta de las Nieves tem os direitos sobre a personagem Chiquinha, depois que Bolaños esqueceu de renová-los por engano. O diretor, criador e roteirista não pode vender a imagem da personagem para a fabricação de bonecos ou mesmo incluí-lo no desenho animado inspirado no programa de TV
24- María Antonieta de las Nieves afirmou em entrevista que Bolaños continua a insistir na disputa judicial para recuperar os direitos sobre Chiquinha. A atriz diz não ter mais “forças” para brigar. O filho de Bolaños desmente que exista novo processo
25- Em uma entrevista, a atriz que interpreta Chiquinha afirmou que o pré-infarto que sofreu em 2002 se deveu em parte por essa briga judicial entre ela e Bolaños
Fonte: H2Brazil


terça-feira, 25 de novembro de 2014

Miss Terceira Idade de Floraí

Aconteceu nesse mês de Novembro o 2º Miss Terceira Idade de Floraí.
O concurso que foi organizado pela primeira dama Adriane Herradon, juntamente com a  equipe do Departamento de assistência Social e pelo Professor João Antonio Martins, teve um número de 14 participantes.
Foi eleita Miss Floraí a Senhora Nadir Cerini, 1ª Princesa a Senhora Mafalda Hipólito Mobilia e 2ª Princesa a Senhora Laurita Costenaro.
O Clubê do Vovô conta com 110 membros que fazem atividades diversas em diversos setores:
Caminhada com o Professor de Ed. Física João Antonio Martins
Informática com o Professor Thiago Nariai
Coral com o Professor Tiago Tamiozzo
Todas as quintas acontecem atividades recreativas no Clubê do Vovô
Além do Bailão no Clube do Vovô e Clube do Bambu que são organizados pela Dona Dorvalina.
Lembrando que no dia 1º acontecerá a excursão para Guaratuba, que é organizada pelo professor João Antonio Martins.

Foto: Miss Nice Cerini, professor João Antonio e 1ª princesa Mafalda Mobilia

linkwithin

Related Posts with Thumbnails